Os Pequenos Jornalistas
Pesquisa

Inauguração da Escola Básica do Pinheiral-VÍDEO
Por Maria Teresa Portal Oliveira (Professora), em 2014/07/23744 leram | 0 comentários | 117 gostam
A inauguração da Escola Básica do Pinheiral, após obras de requalificação, fez-se, a 5 de junho, com a presença do Presidente da Câmara, Dr. Domingos Bragança, e demais elementos da vereação.
Os autarcas foram recebidos pelo grupo de bombos da Escola Básica das Taipas e um tapete de flores e serrim com o logótipo de Guimarães feito pelas funcionárias da Associação de Pais. Seguiu-se o Hino Nacional e o descerrar da placa comemorativa.
Procedeu-se então à visita às instalações, começando pelas salas da Educação pré-escolar em contexto de trabalho. Apreciaram de seguida o funcionamento dos quadros interativos e fizeram uma visita ao exterior.
No Pavilhão Gimnodesportivo, fez-se a receção com os alunos da pré a cantarem “Guimarães, terra bonita” e os miúdos do 1º ciclo, em conjunto com os alunos do grupo de bombos, fizeram uma exibição musical com temas alusivos à cidade berço. Seguiram-se os discursos: engenheiro Mário Rodrigues, diretor do AET; Helena Araújo, presidente da Associação de Pais; arquiteto Constantino Veiga, presidente da junta e Dr. Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães.
No final da sessão solene, os meninos do pré-escolar ofereceram à comitiva lenços com o bordado de Guimarães pintados por eles e os miúdos do 1º ciclo ofereceram duas telas pintadas a acrílico com a supervisão do professor Francisco ao presidente da câmara, Dr. Domingos Bragança e à vereadora da educação e recursos humanos, Drª Adelina Paula Mendes Pinto.
A festa acabou à volta da mesa com uma merenda: docinhos, salgados e suminhos.
As obras de requalificação compreenderam: a construção de um novo pavilhão com salas de aula amplas e arejadas, um pavilhão gimnodesportivo e um campo de jogos exterior.
Apesar das obras, ainda se verificam alguns constrangimentos: a Biblioteca não tem isolamento sonoro e, dentro do espaço, há uma passagem de acesso à sala dos professores e a um bloco de salas de aulas; a colocação de placas para sombrearem os espaços não resolveu o problema do aquecimento das salas viradas para a rua que mantêm uma climatização indesejável para crianças; a inexistência de espaços para as AAAF ( Atividades de Animação e Apoio à Família do pré-escolar) e CAF (componente de apoio à família- 1º ciclo) dificulta a concretização destas atividades, dado que a escola é a tempo inteiro; a cantina não tem espaço para servir toda a população discente, pelo que é obrigada a funcionar em dois turnos.
Resta esperar que estes senãos venham a ser resolvidos pela autarquia.

Vídeo:


Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário