Os Pequenos Jornalistas
Pesquisa

VOC e Higiene Corporal na Adolescência
Por Maria Teresa Portal Oliveira (Professora), em 2016/04/20614 leram | 0 comentários | 130 gostam
A 20 de abril, pelas 10 horas, as enfermeiras Elizabeth Melo e Cristina Salgada da UCC Sol Invictus vieram falar com os alunos do VOC sobre Higiene Corporal na Adolescência.
A saída da infância para a vida adulta é uma transformação grande.
Durante a puberdade, em ambos os sexos, mas de forma mais acentuada nos meninos, a pele se torna mais oleosa, pelo aumento da produção de suor, podendo surgir acnes. Ocorre também a mudança de voz e o crescimento dos pelos axilares. Às vezes, o corpo parece suar sem motivo, surgindo, então, cheiros que nunca foram percebidos antes dessa fase da adolescência. Essas mudanças corporais são uma parte normal de se tornar um adulto. Ainda assim, algumas dessas alterações do corpo podem ser fontes de ansiedade.
Assim entre outros cuidados a ter com o corpo, foram mencionados na sessão: tomar banho frequentemente, usar desodorante nas axilas, trocar roupas suadas por limpas e até lavar a própria roupa durante o banho.
O mau cheiro dos pés também pode ser favorecido quando: um indivíduo utiliza sapatos muito apertados; quando os sapatos são guardados logo após serem retirados dos pés; quando não se usam meias ou as meias são usadas mais de uma vez; quando as meias são de materiais sintéticos, que fazem os pés transpirarem; quando o sapato ou ténis é utilizado antes de secar totalmente após ser lavado, além de inúmeros outros motivos. Para prevenir o aparecimento do desconfortável e constrangedor chulé, é preciso que os pés sejam bem lavados e enxutos, principalmente entre os dedos, pois nessa região há maior humidade e, se ela não estiver seca, haverá proliferação do mau cheiro.
Ter um cabelo brilhante e de aspeto saudável são resultados de um bom cuidado com a higiene capilar. Tratar bem dos cabelos é muito importante, pelo que se deve lavá-lo pelo menos semanalmente. As unhas, assim como os cabelos, podem tornar-se num ambiente favorável ao crescimento de problemas indesejáveis se não forem limpas e aparadas com frequência.
Quanto à pele do rosto deve procurar-se mantê-la bem limpa, evitar tocar ou espremer cravos e espinhas.
 Uma atenção muito cuidada deve ser tomada com a higiene íntima: fazer a higiene adequada dos genitais, com água e sabonete específico, pelo menos uma vez por dia.
No período da menstruação, as raparigas devem trocar o penso higiénico/ tampão sempre que necessário e fazer a higiene íntima mais frequentemente.
Informar o adolescente sobre os cuidados necessários com o corpo é muito importante. Deixá-lo sensível à informação e consciente de que todos esses cuidados afetam diretamente o seu bem-estar é fundamental.


Comentários

Escreva o seu Comentário