Os Pequenos Jornalistas
Pesquisa

Desafio lançado aos alunos do 9ºC
Por Maria Teresa Portal Oliveira (Professora), em 2015/12/16965 leram | 0 comentários | 356 gostam
A proposta de trabalho (página 63 do manual) indicava que a Sara ia descobrir mais versos colocados ao acaso dentro de livros na biblioteca. Os alunos podiam continuar o conto ou fazer um poema.
Teriam de usar um ou mais versos dos cartões: "A tua voz é suave como um beijo"; "traço sinais vermelhos sobre os teus olhos ausentes"; "Nada mais quero senão deitar-me sobre o teu corpo como um lagarto ao sol em dias de tristeza"; "a curva dos teus olhos abraça o meu coração"; "Quero fazer contigo o que a primavera faz com as cerejeiras".
E o amor andou pelo ar...

PERSIGO-TE

Persigo-te
Como a noite persegue o sol
Numa noite de mil luas e milhões de estrelas
Que não chegam para preencher o vazio eterno
Da tua alma inalcançável

Traço sinais vermelhos sobre os teus olhos ausentes
E procuro-te entre a multidão infindável
Que me julga pela minha ausência de paz
Causada por ti, sobre um ranger de cólera

Agora sei que o teu desaparecimento é pura ignorância
Pura incandescência de sentimentos inexistentes
Que se perdem quotidianamente
Na inconstância do meu pensamento perseverante

Agora sei também que não vale a pena procurar
Algo que se desfaz nas tuas mãos de cetim
Constantemente na monotonia
Que o teu cansaço moral tem para oferecer

Agora, não te persigo…
Não, solto-te, na tua integridade, para o vento
Na esperança de que a brisa te ilumine
Num futuro mais belo e sublime
Do que o passado que tive para te oferecer
Pois tudo o que se repete
Perde seu brio inesperado
Assim é o tempo, que tem mais para tirar do que para dar
E por isso me tirou de ti

José Pedro Marques
__________________________________

TU E EU

A tua voz é suave como um beijo
A curva dos teus olhos abraça o meu coração
O teu sorriso bloqueia-me o pensamento
As tuas palavras soam como uma canção

Tu fazes-me ser alguém melhor,
Fazes-me entender a vida
Mostras-me o que é o amor

Contigo eu luto pelo futuro,
Eu esqueço o passado,
Só penso num “para sempre” ao teu lado

Sem ti, o meu mundo não teria cor
Eu não teria um rumo a seguir,
Não saberia um objetivo para conseguir.
Sem ti, a minha alma era aprisionada,
A minha vida não significava nada,
O futuro deixava de ter valor.

Quando te vejo,
Os meus olhos brilham,
A minha boca sorri,
E eu só quero ficar perto de ti

O teu perfume permanece em mim,
Como uma lembrança,
E faz-me ter esperança,
Para pelo amor lutar!

Fica comigo, ama-me…
Porque na vida é preciso amar
Porque para ser feliz eu preciso de ti,
Porque o amor é a chama
Que alimenta a nossa alma

Tu mexes comigo, sempre mexeste
E sempre fomos tudo um para o outro:
Eu, tudo o que tu querias;
Tu, tudo o que eu precisava;
Só não o sabíamos…
Mas o amor levou a melhor, leva sempre,
E levou-nos um ao outro…
Por isso, vamos amar,
Vamos ser tudo um para o outro,
Para sempre…
Temos tudo para ser felizes!

Daniela Oliveira Macedo
______________________________________

SÓ RESTA O AMOR

A Lua morre na vertical
Enquanto me perco na curva dos teus olhos
Esses abraçam a minha alma
E afogam-na num mar de sentimentos

A tua chama vibrante possui-me
E desfaz-me em cinzas
Renasço como Fénix
E de novo me atrevo a Amar

A tua voz, suave como um beijo
Guia-me através do manto negro que é a noite
E aguarda do outro lado
Pacientemente, a minha chegada

A tinta escorre na tela
Descrevendo tuas imperfeições
Que a meus olhos são perfeitas

Liberto um suspiro ofegante
Na ânsia da tua presença
Na monotonia do meu espírito
Despertas a minha atenção

Liliana Marques Freitas
____________________________________________

POEMA

A tua voz é suave como um beijo,
Um beijo pelo qual desejo
Mas eu não sei se desejas o mesmo
Ou se vês em mim aquilo que em ti eu vejo.
O teu sorriso é radiante como o amanhecer,
E sempre que o observo,
Tudo à minha volta parece desaparecer.
Apenas a tua silhueta permanece no meu campo de visão,
E de todas as vezes que os teus olhos se encontram com os meus,
Fazes palpitar o meu coração.
Dizem que os olhos são a janela da alma,
Mas os teus são como um porto-seguro que me transmite serenidade e calma.
Nos dias em que reina a solidão,
Basta um olhar teu para me fazer sorrir
E é nestes momentos que eu percebo
Como o amor nos faz sentir.
Nada mais quero se não enroscar-me nos teus braços,
Como se fôssemos duas peças de um puzzle,
Em que entre elas não existem espaços.
Não consigo arranjar as palavras certas para descrever o que és para mim
A única coisa que eu sei é que te adoro,
E vou adorar até ao fim.

Inês Loureiro
_________________________________________________

PARA TI, SARA

Quando te escrevi o primeiro poema
As minhas mãos estavam trémulas e suadas
E a minha mente petrificada com a tua beleza
Quero florescer e aprender contigo
A sabedoria de uma deusa
Ouvir a tua voz suave como um lençol
No meu ouvido delicado
E arrepiar-me com o teu timbre
Enquanto me dizes amo-te
Adormecer contigo entrelaçada nos meus braços firmes
E embarcar em sonhos jamais sonhados
Acordar todos os dias e ver os teus olhos
Florescentes e azuis a iluminar o meu ser
Inocente pela tua majestade
Nada mais quero senão deitar-me sobre o teu
Corpo como um lagarto ao sol em dias de tristeza
A maior doença é a paixão
E eu estou doente
Por favor não sejas o antídoto
Nem o cries.

João Pedro Neves Cunha
____________________________________________

A MUSA DA PERFEIÇÃO

Tu, és uma dádiva vinda de outro mundo,
foste criada no meio da sabedoria,
a tua beleza floresce na ferida da melancolia,
o teu corpo, cheio de curvas trabalhadas,
talvez estas foram pensadas e redesenhadas.

A curva dos teus olhos abraça o meu coração,
esse teu olhar mudo, deixa-me sem movimento e reação,
A quantidade de perfeição, mesmo nos teus atos,
não se verificam irregularidades, todos estão pormenorizados.

A tua beleza, brilha, como o nascer do Sol,
desperta-me atração , e um misterioso prazer,
fico perdido no meio de fortes emoções, não me consigo conter,
os teus cabelos suaves, compridos, loiros como um girassol,
são marés doiradas, onde me afogo sem querer.

Poderás vir do horizonte desconhecido,
a tua formosura, elegância, deixam-me perdido,
o meu coração fica todo baralhado,
o espanto e o impacto refletem-se no teu sorriso adoçado,
és a musa, que ilumina a alegria dentro de mim!
     
José Luís Gomes
_________________________________________

O AMOR

Quando não havia mais razão para sorrir,
tu apareceste na minha vida
e deste-me mil razões para continuar a sonhar!
Um sentimento misterioso que me faz sorrir sempre que te vejo,
faz-me tremer sempre que me aproximo,
faz-me querer-te mais que todo o universo infinito.
Tudo em ti é perfeito aos olhos do meu coração
A tua voz é suave como um delicado beijo,
A luz dos teus olhos abraça-me o coração.
O teu cheiro faz-me lembrar o calor da paixão
O teu jeito de flor leva embora toda a tristeza que sinto
Até as tuas imperfeições são perfeitas!
Tu és a resposta mais procurada,
mais cobiçada e desejada.
Não interessa onde estejas…
irei até ti, mesmo que tenha de atravessar mares, desertos e montanhas…
Só para saberes o quanto gosto de ti…
Quando até ti chegar,
vais sentir com o colar do meu corpo e o ferver do meu coração,
O quanto te amo …

Sofia Ribeiro





Comentários

Escreva o seu Comentário