Os Pequenos Jornalistas
Pesquisa

CANTANIA no CCVF
Por Maria Teresa Portal Oliveira (Professora), em 2017/06/28204 leram | 0 comentários | 83 gostam
A 22 de junho, um espetáculo «A noite dos pesadelos» protagonizado pelos alunos de escolas de 9 agrupamentos, preparado na disciplina de Educação Musical, realizou-se no Centro Cultural Vila Flor, no âmbito do projeto CANTANIA.
Cantania é um projeto artístico, iniciado em Barcelona, em 2004. Pela primeira vez em Portugal, Guimarães, acontece CANTANIA!!
Uma parceria entre o Município de Guimarães e a Academia de Música Valentim Moreira de Sá permitiu a implementação do projeto em Guimarães.
 Ao longo de todo o ano letivo alunos e professores dos diversos Agrupamentos Escolares do concelho foram desafiados a ensaiar e a construir uma cantata infantil (escrita especialmente para o evento) que apresentaram no dia 22 de junho, num espetáculo no CCVF. 9 Meses de trabalho, 9 escolas do ensino básico (EB 2,3 das Taipas, João de Meira, Virgínia Moura, Abel Salazar, Arqueólogo Mário Cardoso, Santos Simões, Gil Vicente e Egas Moniz), 1 conservatório, 300 crianças, 11 músicos ... no Centro Cultural de Vila Flor.
Participaram neste espetáculo a Alexandra Martinho, a Ana Carolina Mota, a Ana João Pereira, a Ana Paula Marques, a Carolina Cunha, a Daniela Maria Gomes, a Edna Leitão, a Filipa Costa, a Francisca Maia Freitas, a Isabel Araújo, a Joana Novais Freitas, a Luana Teixeira, a Luísa Fernando Silva, a Magda Gonçalves, o Marco António Mota, a Margarida Batista, a Margarida Isabel Silva, o Mariano Fernandes, a Matilde Fernandes, o Rodrigo Ribeiro, o Sérgio Silva, o Tomás Pereira, o Tomás Rocha e a Vânia Silva, todos alunos do professor Luís matos das turmas 6B e 6C.
Os alunos levaram adereços que pretendiam meter medo. Afinal, tratava-se de uma “noite de pesadelos”. “A nossa história começa na noite anterior àquela em que Lucas, um menino de nove anos muito medroso, terá de sair para um acampamento. Ele não quer ir de maneira alguma, pois no acampamento terá que fazer uma série de atividades de que tem medo. Nessa noite, quando está quase a adormecer, a Guarda do Medo entra pela sua janela. A Guardiã zela para que o medo não desapareça do mundo, e quer demonstrar a Lucas que tem medo não tem que ser mau. Através de uma viagem pelos pesadelos de diferentes pessoas que Lucas conhece muito bem, faz-lhe ver que existem muitos tipos de pesadelos, e que ter medo não é um defeito. Graças à Guardiã, Lucas entenderá que o medo é necessário para viver, e que existem medos que unicamente servem para nos impedir de viver com plenitude. Depois de tomar consciência que ter medo é normal, Lucas decide ser valente e ir ao acampamento. E esses dias, serão os mais felizes da sua infância.” (Marta Muchaca).
Os alunos fazima gestos ritmados, havia jogo de luzes e adereços que ajudaram a transmitir a noção de medo e entusiasmaram o público.
Um espetáculo a repetir.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário