Os Pequenos Jornalistas
Pesquisa

A Esperança
Por Sérgio Ribeiro da Silva (Leitor do Jornal), em 2016/12/15294 leram | 0 comentários | 95 gostam
Eu escrevi este conto popular no meu teste de português a partir do provérbio "A Esperança é a última a morrer", e decidi partilhá-lo convosco.
Numa terra longínqua, havia um homem pobre, que esperava um dia ter dinheiro para sustentar a família.
Certo dia, enquanto trabalhava nas suas penosas tarefas, encontrou um rico a passear, que começou a troçar dele. O pobre ficou todo enervado, mas nada fez. Durante uma noite, houve assaltos a essa terra. A casa do pobre, felizmente, não foi uma das assaltadas. O pobre continuava a trabalhar, debaixo do quente sol, com esperança de ganhar dinheiro. Ia pelas portas, ia trabalhar, mas nenhum dinheiro aparecia nas mãos dele. A família já começava a perder a esperança.
Num dia de tempestade, enquanto o pobre trabalhava na sua horta, apareceu um casal de imigrantes, aparentemente com uma situação financeira boa. O pobre convidou-os a entrar em casa. Ao saberem da situação financeira do pobre, deram-lhe dinheiro e convidaram-no para trabalhar em sua casa.
O pobre aceitou a proposta. Nunca tinha perdido a esperança e disse depois à família:"A esperança é a última a morrer".


Comentários

Escreva o seu Comentário