Os Pequenos Jornalistas
Pesquisa

O Cavaleiro de Madeira
Por Maria Teresa Portal Oliveira (Professora), em 2016/11/17368 leram | 0 comentários | 93 gostam
Na sessão com o 6ºB e 6ºC, os alunos "baralharam" contos maravilhosos e escreveram o seu conto.
Era uma Vez a Aurora, uma princesa bela e delicada.
No batizado, apareceu um tritão vindo do lago do jardim que proferiu este esconjuro: " Quando fizeres dezasseis anos, serás mordida por um escorpião e morrerás". As sete fadas, que também eram convidadas, ficaram aterrorizadas com estas palavras e procuraram minorar a crueldade do seu destino. Uma disse: " Fado-te com grande esperteza para escapares de tamanha malvadeza". A segunda, a gorduchinha Fada Primavera, apontou a sua varinha e acrescentou: "Fado-te com o dom de cativares amigos para te salvarem de perigos". A terceira, a quarta, a quinta, a sexta e a sétima fadaram-na com a beleza, a delicadeza, a gentileza, a serenidade, a bondade, a amabilidade e o dom de comunicar com os animais.
E Aurora foi crescendo em beleza e inteligência. O rei vivia preocupado, pois aproximava-se a data do dia fatal.
Quando a princesa comemorava o seu décimo sexto aniversário, apareceu no palácio um boneco feito de madeira, o Pinóquio, que sossegou o rei e lhe disse que resolveria o problema. Junto da princesa garantiu-lhe que a protegeria e que nada lhe aconteceria. Nesse mesmo instante,o nariz cresceu-lhe meio metro e Aurora assustou-se como se tivesse visto um espetro e exclamou: " Já ouvi falar de ti. Trabalhas para o Tritão. E sempre que mentes o teu nariz cresce até mais não. Por isso, sai daqui, não te quero mais ver ou mando-te prender."
E o Pinóquio, cabisbaixo , deixou o palácio. Arrependido da sua má ação, resolveu que ajudaria a Aurora sem ela dar conta. Escondeu-se num canto do palácio, perto do quarto da princesa e pôs-se a vigiar.
Já as sombras começavam a cobrir o palácio, quando o Pinóquio se apercebeu da chegada do escorpião que, passando por baixo da porta, se esgueirou para dentro do quarto de Aurora. Como é que a havia de salvar se ela o tinha mandado embora?
Serviu-se então do seu grande amigo o Grilinho Falante e enviou-lho. Ora, como esta sabia falar com os animais,recebeu a mensagem do rapazinho de madeira. O grilo, que andava sempre com um guarda-chuva, abriu a porta ao Pinóquio que avançou para o escorpião. Ele bem o picou, só que sendo de madeira, não podia ser envenenado. Assim acabou com o feitiço do Tritão que, no lago, ao ver gorados os seus esforços, deu um grito e explodiu.
O rei ficou muito agradecido ao Pinóquio e nomeou-o Cavaleiro do Reino.
Sir Pinóquio ficou a viver na corte e, mais tarde, quando a princesa casou com o príncipe Filipe, foi nomeado Conselheiro Real. As fadas ficaram muito felizes e foram as damas de honor, tendo velado pelos dois e pelos filhos que tiveram durante toda a vida.
Vitória, vitória, acabou-se a história. Palminhas, palminhas para quem a contou, beijinhos, beijinhos para quem a escutou.

6ºB: Tomás, Carolina, Francisca
6ºC: Edna, Sérgio, Luana, Magda

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário