Os Pequenos Jornalistas
Pesquisa

AET venceu 1ª edição Eco-Parlamento em Guimarães
Por Maria Teresa Portal Oliveira (Professora), em 2016/05/13705 leram | 0 comentários | 335 gostam
O Agrupamento de Escolas das Taipas foi o grande vencedor da 1ª edição do Eco-Parlamento de Guimarães, cuja sessão final decorreu a 13 de maio, no Auditório Nobre da Universidade do Minho, em Guimarães.
Num parlamento de problemáticas ambientais, a questão da “Substituição das Placas de Amianto” na escola das Taipas foi o tema escolhido pelos estudantes daquele agrupamento.
Os jovens deputados apresentaram um bloco de notícias televisivas, com entrevistas ao Presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, e à Vereadora da Educação, Adelina Paula Pinto. Dos responsáveis receberam a garantia que o problema vai ser resolvido «com uma nova escola», cuja obra deverá arrancar ainda este ano. Nas duas sessões anteriores, os alunos já tinham abordado esta temática, mostrando os efeitos negativos da presença do amianto, tendo até apresentado um videoclip com uma música, onde ao som do hip-hop disseram “Amianto, não”.
Agrupamentos de Escolas de Abação e Fernando Távora completaram o pódio.
O Agrupamento de Escolas de Abação, com o projeto “O Celeiro”, conquistou o segundo lugar, enquanto o Agrupamento de Escolas Fernando Távora, cujo trabalho apresentado se intitulou “Dizer não à poluição!”, fechou o pódio numa sessão cuja mesa parlamentar foi presidida pela Vereadora da Educação do Município e pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal, Amadeu Portilha.

Nesta primeira edição do Eco-Parlamento participaram ainda os agrupamentos de escolas Professor Abel Salazar, D. Afonso Henriques, Pevidém e Vale de São Torcato. Cada um deles estava representado por quatro alunos dos vários ciclos de ensino. Depois de feitas as sete apresentações, cada um dos alunos votou nos projetos, tendo essa votação contado 70% para a decisão final.
O Eco-Parlamento, organizado pelo Município de Guimarães e pelo Laboratório da Paisagem, é um dos projetos do programa ambiental PEGADAS. Para além disso está enquadrado na estratégia do “Ano Internacional para o Entendimento Global – Construindo pontes entre os pensamentos globais e as ações locais” (IYGU) para 2016, que visa introduzir os jovens nos planos de desenvolvimento atuais, promovendo a participação de propostas que identifiquem desafios ambientais em Guimarães, procurando soluções sustentadas.

                                               Câmara Municipal de Guimarães

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário